Explicamos em uma publicação anterior o significado de UTM e para que eles servem. Caso não tenha visto, clique aqui e depois retome à essa publicação.

Como criar uma URL com parâmetros UTM

O meio mais prático para automaticamente gerar o link, é utilizando o próprio gerador do Google Analytics (URL Builder). Nele, poderá aplicar qualquer um dos parâmetros que são aceitos, e irá lhe gerar um resultado como no exemplo acima (dependendo de quais parâmetros informar ao gerador).

O que significa cada campo/parâmetro?

Cada parâmetro tem um significado distinto no intuito de otimizar a maneira como extrai suas métricas de acompanhamento, sendo eles:

  1. URL (obrigatório): este é o link base em que deseja aplicar os parâmetros de URL (no seu caso, pode ser, por exemplo, o link de acesso à sua galeria de cursos, landing page, ou funil/checkout diretamente).

  2. Campaign Source (obrigatório): tipicamente o Campaign Source é a plataforma que origina o tráfego. Ex: Facebook, Twitter, LinkedIn, Google, entre outros. Ex: https://seusubdominio.engaged.com.br/funil/nome_do_curso/nome_da_turma?utm_source=facebook

  3. Campaign Medium (obrigatório): trata-se da origem do tráfego por meio da plataforma que originou. Ex: Redes sociais, e-mail, display, afiliado, e-book, entre outros. Ex: https://seusubdominio.engaged.com.br/funil/nome_do_curso/nome_da_turma?utm_source=facebook&utm_medium=social

  4. Campaign Name: utilizado para entender a qual campanha se refere, e em muitos dos casos para entender qual o objetivo do anúncio. Em um exemplo de querer rastrear o tráfego proveniente de um conteúdo de blog, poderia ser postblog. Ex: https://seusubdominio.engaged.com.br/funil/nome_do_curso/nome_da_turma?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=postblog

  5. Campaign Term: é utilizado para rastrear as palavras-chave que são utilizadas em campanhas por exemplo, e identificar aspectos inerentes ao seu público. Ex: https://seusubdominio.engaged.com.br/funil/nome_do_curso/nome_da_turma?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_term=guestpost

  6. Campaign Content: utilizado muitas vezes em testes A/B por exemplo, onde esta variável pode ser utilizara para acompanhar ou distinguir links que levam o usuário para a mesma URL. Ex: https://seusubdominio.engaged.com.br/funil/nome_do_curso/nome_da_turma?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_term=guestpost&utm_content=post-divulgar-site

Atenção para algumas dicas ao criar seus parâmetros UTM

  • Não use acento e caracteres especiais nos links.

  • Fique muito atento às letras maiúsculas e minúsculas, pois não são a mesma coisa. Se usar "utm_medium=EngagED" e "utm_medium=engaged" por exemplo, serão interpretados como parâmetros distintos um do outro.

  • Se identificar que faz sentido, você pode utilizar um encurtador de URL para deixar o link mais amigável para seu cliente. Uma boa recomendação de encurtador é o Bit.ly

  • Procure gerenciar seus links em algum bloco de notas ou planilha para não se perder.

  • Procure entender qual padrão de nomes é mais comumente utilizado no meio digital. Há algumas recomendações para cada um dos diferentes tipos de parâmetro para que possa extrair suas métricas da melhor maneira.

Caso queira acompanhar os cliques, vendas, ou interação de seus clientes por já estar utilizando parâmetros UTM nos links da EngagED, basta entrar em contato com nosso time de suporte, eles estarão prontos para lhe ajudar à informar seus resultados!

Vamos juntos!

Encontrou sua resposta?